segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Entre Lençois...


Entre lençois ele se deitou
Entre lençois ela o observou
Entre lençois ele a olhou
Entre lençois ela o acariciou
Entre lençois ele a abraçou
Entre lençois ela o beijou
Entre lençois começou algo que nenhum dos dois esperava para aquela noite.
Entre lençois ele a seduziu
Entre lençois ela o seduziu
Entre lençois seu sangue pulsou
Entre lençois seu cheiro se aflorou
Entre lençois tudo pode acontecer
Entre lençois a paixão esquentou
Entre lençois seus corpos se tornaram fogo
Entre lençois puderam sentir o suor
Entre lençois
Até que em um exato momento tudo se acalmou,
Tudo se acalmou
E entre lençois se ficou a dúvida
Será que ela ou ele queria ter ido além?
Sim, entre os lençois.

6 comentários:

"(H²K) - Hamilton H. Kubo" disse...

Entre os lençois no leito de se amar, tudo pode certamente acontecer.
Sem pressa para o além pois entre os lençois ainda irão se conhecer!!
Belíssimo.

Beijos

Nike disse...

Hummm!
Que coisa boa! Entre lençois a gente esquece da vida, esquece do tempo...
Eu sem dúvida alguma, iria muito mais além...

Tudo bem minha querida?
Qto tempo q não passo por aqui...Está tudo tão lindo!
Beijão meu anjo!

LUCIMAR SIMON disse...

"Tudo se acalmou
E entre lençois se ficou a dúvida
Será que ela ou ele queria ter ido além?"
A fabula que simplifica complica nos versos, simplifica nos fatos e maltrata no afeto. como saber se nao chega? O peso do saber e a duvida do nao sentir, leva os corpos a navegarem num mar de incertezas.

Beijos

Otimo texto... Entre lençois.

ivone fonseca disse...

A coisa mais gostosa do amor é saber se amar.

Bj linda

Jeniffer Haddad disse...

Que lindo esse amor *-*

kMaleaun disse...

muito bom, linda. bjuuss